Blog Educação Infantil

Você já ouviu falar em brinquedos folclóricos?
As crianças do Nível 4 já!
Através de vídeos explicativos e de momentos ao vivo, as professoras e os alunos confeccionaram seus próprios brinquedos folclóricos: a peteca e a bola de meia.
A peteca era muito utilizada pelos indígenas para se aquecerem durante a época mais fria do ano e esta tradição, com o passar dos anos, se transformou num esporte. Já a bola de meia é um brinquedo muito fácil de ser confeccionado e pode dar origem a muitas brincadeiras diferentes.
Os brinquedos folclóricos, além da magia e da diversão, trazem uma contribuição afetiva, repleta de significados para quem brinca e para quem ensina as novas gerações. Preservar essas brincadeiras é uma forma de resgatar os valores culturais que são passados a cada geração.
As propostas trabalhadas nas salas de aula virtuais foram desenvolvidas pelas professoras Aline Kuhn, Ana Paula Tessmann, Deise Ana Marchetti e Vanessa Enderle.

Que tal fazer um piquenique pelo Google Meet?
A turma do Berçário D, das professoras Ana Cristina Fell e Daiane Horn, vivenciou este momento especial nesta quinta-feira. Desta vez, o lanche saudável não pôde ser compartilhado, mas a vivência de estar junto virtualmente foi de muito afeto, exploração e diversão. Como é bom estar com os bebês e saber que estão bem!

Você sabia que no mês de agosto comemoramos o Dia do Folclore?
As crianças do Nível 4 de ambas as unidades do CEAT vem se divertindo e descobrindo mais sobre os mitos, as lendas, as brincadeiras, as danças, as festas, as comidas típicas e demais costumes que são transmitidos de geração para geração.
Quando falamos em folclore também lembramos das lendas brasileiras, como a do saci-pererê, do boitatá e do curupira. Assim, nos encontros ao vivo e nas demais atividades domiciliares, as crianças foram convidadas a conhecer mais sobre estes personagens e até construí-los com materiais alternativos.
O mês do folclore está terminando, mas as brincadeiras, histórias e os momentos de diversão vão continuar!

Com o objetivo de socializar boas histórias e incentivar a contação das mesmas, os encontros das turmas do Nível 5 agendados pelo Google Meet estão sendo marcados pelo projeto Compartilhando Boas Histórias. O objetivo da iniciativa é de oferecer às crianças vivencias de encantamento e de muita imaginação através do contato com as histórias.
O projeto iniciou com a professora de cada turma contando uma história. Agora, é a vez das crianças! Cada uma escolhe sua história preferida, prepara e compartilha com a professora.

De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), a matemática contribui para a estruturação do pensamento e para o raciocínio dedutivo do aluno, interferindo fortemente na formação de suas capacidades intelectuais.
Os conhecimentos matemáticos são parte integrante do meio em que vivemos, e, portanto, estão inseridos na vida de todos desde bem pequenos. As crianças constroem conhecimento por meio de experimentações diversas e através de vivências cognitivas concretas. Sendo assim, os alunos do Nível 4 estão sendo estimulados de forma lúdica, prazerosa e rica ao gosto pela construção do pensamento matemático. Entre as propostas de atividades domiciliares estão dinâmicas envolvendo seriação, sequência, classificação, noções de espaço, comparação de formas, tamanhos, observação de quantidades em preparos culinários, dentre outras. As vivências são propostas pelas professoras Aline Kuhn, Ana Paula Tessmann, Deise Ana Marchetti e Vanessa Enderle.

Toshyro Inovação e Tecnologia